CÂNCER: Produtos químicos podem oferecer risco a saúde da população

Dados recentes da Agência Internacional de Pesquisa em Câncer apresentaram uma lista de substâncias químicas que podem provocar câncer. Essas substâncias são encontradas facilmente em objetos que manuseamos todos os dias, como, por exemplo, caixas d’água, telhas e até alisantes de cabelo.

Salvar imagem

Tempo de áudio - 03min01seg

REPÓRTER: Dados recentes da Agência Internacional de Pesquisa em Câncer apresentaram uma lista de substâncias químicas que podem provocar câncer. Essas substâncias são encontradas facilmente em objetos que manuseamos todos os dias, como, por exemplo, caixas d'água, telhas e até alisantes de cabelo. É o que explica a chefe da unidade técnica de exposição ocupacional e ambiental do Instituto Nacional do Câncer, o INCA, Ubirani Otero.

SONORA: chefe da unidade técnica de exposição ocupacional e ambiental do INCA - Ubirani Otero

"A gente tem o benzeno solvente encontrado na gasolina, o amianto que é uma poeira, uma fibra amplamente usada na produção de caixas d'águas e telhas, a gente tem o formol deído usado para alisar cabelo, os metais pesados. A exposição principalmente por conta do trabalho nessas grandes indústrias que produzem esses metais como meio para um produto final, nas siderúrgicas, nas metalúrgicas. Ocupações que o simples fato dessas pessoas trabalharem nessas indústrias já configura um risco".

REPÓRTER: O marido da aposentada Gisele Vicentin trabalhou durante quatro anos numa indústria que produzia telhas e caixas d'água. Gisele conta que em 2008, o marido descobriu que tinha câncer de pulmão, tumor que desenvolveu quando trabalhou com produtos químicos.

SONORA: aposentada – Gisele Vicentin

"Ele trabalhou por 4 anos, só que ele nunca imaginava que era cancerígeno. Então ele trabalhava no almoxarifado no meio do pó, recebia material e fazia de todo tipo de serviço lá. Ele teve o diagnóstico em abril, internou em junho, aí foi fazer a cirurgia tirando o pulmão. Talvez ele tivesse uma chance de viver um pouco mais, mas não deu. Eu internou dia 4 de junho e faleceu 13 dia de julho".

REPÓRTER: A coordenadora da área de câncer ocupacional e ambiental do INCA, Ubirani Otero, ressalta que a população deve evitar o consumo de produtos que tenham substâncias que oferecem risco a saúde para prevenir doenças cancerígenas.

SONORA: chefe da unidade técnica de exposição ocupacional e ambiental do INCA - Ubirani Otero

"Tem coisas que a população também pode fazer. Então, não comprar uma telha de amianto, não comprar uma caixa d'água de amianto, já ajuda bastante. Não fazer um alisante de cabelo, colocar formol na cabeça, existe uma possibilidade de um câncer. Não comprar alimentos com agrotóxicos, os produtores vão também reduzir o uso e trocar pelo cultivo agroecológico".

REPÓRTER: Um breve contato com substâncias cancerígenas já pode ser o suficiente para desenvolver um tumor. Umas das recomendações do Ministério da Saúde é que a população evite comprar caixas d'água ou telhas feitas com amianto e que evite o uso de alisantes que contenham formol. Para saber mais sobre produtos químicos, acesse: www.saude.gov.br

Reportagem, Karina Chagas

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.