BELÉM: Promotoria realiza reconhecimento de paternidade a alunos de escolas públicas

O projeto é coordenado pela promotora de Justiça Maria de Nazaré Abbade Pereira.

SalvarSalvar imagem

 

 
REPÓRTER: O Projeto de Defesa da Filiação nas Escolas Públicas de Belém da a 7ª e 10ª Promotorias de Justiça da Família, do Ministério Público do Estado, realizaram nesta terça – feira, dia 27, reconhecimento de paternidade de alunos que não tem o nome do pai na certidão de nascimento. O projeto é coordenado pela promotora de Justiça Maria de Nazaré Abbade Pereira. Mães de 160 alunos de duas escolas públicas estavam cadastradas para participar do projeto, bem como 108 mães indicadas pelos Cartórios de Registro Civil de Belém e demais interessados. Os alunos que não têm a paternidade reconhecida foram  atendidos de nove da manhã as duas da tarde no auditório do prédio das Promotorias de Infância e Juventude, no bairro da Cidade Velha, em Belém.
 
Com informações  do MPPA, reportagem, Storni Jr.          

Receba nossos conteúdos em primeira mão.