Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Primavera chega nesta semana. O que isso pode significar para a crise hídrica no Brasil?

Estação se inicia na próxima quarta-feira (22). Meteorologista indica previsões climáticas para o trimestre


Na próxima quarta-feira (22), a primavera se inicia e marca um novo trimestre climático no Brasil. A estação significa o retorno das chuvas regulares pelo País e, apesar de ter seu início ainda neste mês, a primavera começa a apresentar maiores resultados apenas a partir de outubro.

As estimativas são da meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Andrea Ramos. Segundo ela, as previsões climáticas de setembro ainda são um conjunto da estação anterior, o inverno, com a primavera, e por isso só é possível prever maiores níveis de chuva no próximo mês.

Com exceção da Região Nordeste, pode-se esperar níveis de chuva espalhados por todas as regiões no início da estação, principalmente em uma faixa que se estende desde o oeste do Amazonas e Acre até a Região Sudeste do País, passando pelo Centro-Oeste. Apenas no mês de dezembro que os níveis se intensificam e também atingem o Nordeste brasileiro.

Crise hídrica

Em relação às regiões com baixos níveis de reservatórios, a meteorologista Andrea Ramos destaca que algumas delas ainda podem receber acumulados de chuva abaixo do esperado. Porém, ela explica que este cenário já é estabelecido por anos:

“Nessas bacias, nós estamos há pelo menos quatro anos com chuva abaixo da média, por isso que estamos nessa questão de crise hídrica. A questão maior é que foram anos com chuva abaixo da média e você vai acumulando, ao longo dos anos, esse déficit.”

Segundo acompanhamento da Agência Nacional de Águas (ANA), a seca ficou mais forte em 15 estados de junho para julho deste ano: Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: A primavera chega oficialmente ao Brasil na próxima quarta-feira, 22 de setembro. A estação marca o retorno das chuvas regulares pelo País, principalmente a partir do mês de outubro.
Neste início, os altos níveis de chuva são esperados em uma faixa que se estende desde o oeste do Amazonas e Acre até a Região Sudeste do País, passando pelo Centro-Oeste. Apenas no mês de dezembro que os níveis se intensificam e também atingem o Nordeste brasileiro.

Em relação às regiões com baixos níveis de reservatórios, Andrea Ramos, meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia, o Inmet, explica que o cenário ainda pode ser difícil de se reverter por se tratar de um problema que se estabelece há anos.

TEC/SONORA.: Andrea Ramos, meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia

“Nessas bacias, nós estamos há pelo menos quatro anos com chuva abaixo da média, por isso que estamos nessa questão de crise hídrica. A questão maior é que foram anos com chuva abaixo da média e você vai acumulando, ao longo dos anos, esse déficit.”

LOC.: Segundo a Agência Nacional de Águas, quinze estados brasileiros tiveram a seca intensificada neste ano. Entre eles estão o Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo.

Reportagem, Poliana Fontenele