Foto: Divulgação/MDR
Foto: Divulgação/MDR

MDR lança edital de projetos para concessão de perímetro de irrigação no Rio Grande do Norte

O projeto tem potencial para irrigar mais de nove mil hectares de terra. A previsão é de que as obras beneficiem mais de 108 mil pessoas em 27 cidades do Alto Oeste Potiguar.


O Governo Federal lançou nesta sexta-feira (01), edital para os estudos de viabilidade do Perímetro de Irrigação Chapada do Apodi, no Rio Grande do Norte. As áreas foram qualificadas para serem concedidas à iniciativa privada.

O projeto tem potencial para irrigar mais de nove mil hectares de terra. A previsão é de que as obras beneficiem mais de 108 mil pessoas em 27 cidades do Alto Oeste Potiguar. 

O lançamento do edital contou com a presença do ministro do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira. Ele destacou a importância da parceria com a iniciativa privada para viabilizar obras estruturantes.

“Em um momento de escassez do Orçamento Geral da União, em que não podemos fazer investimentos muito grandes, tentamos buscar soluções inovadoras e trazer a iniciativa privada para perto das políticas públicas”.

Nesta semana, outros quatro projetos de irrigação também tiveram editais lançados. São eles: Baixo Acaraú, no Ceará; Tabuleiros de São Bernardo, no Maranhão, e Platô de Guadalupe e Tabuleiros Litorâneos, no Piauí.

Para saber mais sobre as ações do Ministério do Desenvolvimento Regional na área de irrigação, acesse mdr.gov.br. 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC: O Governo Federal lançou nesta sexta-feira, 1º de julho, edital para os estudos de viabilidade do Perímetro de Irrigação Chapada do Apodi, no Rio Grande do Norte. As áreas foram qualificadas para serem concedidas à iniciativa privada.

O projeto tem potencial para irrigar mais de nove mil hectares de terra. A previsão é de que as obras beneficiem mais de 108 mil pessoas em 27 cidades do Alto Oeste Potiguar. 

O lançamento do edital contou com a presença do ministro do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira. Ele destacou a importância da parceria com a iniciativa privada para viabilizar obras estruturantes.

TEC/SONORA: Daniel Ferreira 

“Em um momento de escassez do Orçamento Geral da União, em que não podemos fazer investimentos muito grandes, tentamos buscar soluções inovadoras e trazer a iniciativa privada para perto das políticas públicas”.

LOC: Nesta semana, outros quatro projetos de irrigação também tiveram editais lançados. São eles: Baixo Acaraú, no Ceará; Tabuleiros de São Bernardo, no Maranhão, e Platô de Guadalupe e Tabuleiros Litorâneos, no Piauí.

Para saber mais sobre as ações do Ministério do Desenvolvimento Regional na área de irrigação, acesse mdr.gov.br. 

Reportagem, Gabriel Navajas