Foto: Divulgação/Brasil Mineral
Foto: Divulgação/Brasil Mineral

Aura completa fundos para projeto Borborema, que custará US$ 188 milhões

O valor, de US$ 31 milhões, é composto por US$ 21 milhões por venda de royalties e US$ 10 milhões referentes a um empréstimo Gold Loan

Salvar imagem

A Aura Minerals anuncia que sua controlada Borborema Inc., subsidiária integral e proprietária indireta do projeto de ouro Borborema localizado no estado do Rio Grande do Norte, Brasil assinou um acordo com a Gold Royalty Corp. para assegurar o financiamento de US$ 31 milhões para a construção do Projeto Borborema. O valor, de US$ 31 milhões, é composto por US$ 21 milhões relativos à venda de royalties e US$ 10 milhões referentes a um empréstimo tipo Gold Loan.

Este financiamento, somado ao empréstimo de US$ 100 milhões junto ao Banco Santander Brasil e aos US$ 14 milhões arrecadados através de gold-collars com várias instituições financeiras, garante à Aura mais de US$ 145 milhões para financiar a construção do Projeto Borborema, cujo investimento total previsto é de US$ 188 milhões.

Com a transação, a Gold Royalty adquiriu royalties de 2.0% sobre a receita líquida de produção do Projeto Borborema para as primeiras 750 mil onças de ouro a serem produzidas pelo Projeto. Após a produção de 725 mil onças, o royalty será reduzido para 0,5%. A Aura poderá exercer o direito de recompra dos 0,5% restantes do NSR Royalty pelo valor de US$ 2,5 milhões, sendo que este direito é exercível após a produção e venda de 2.250.000 onças de ouro pela mina Borborema ou, alternativamente, em 1º de janeiro de 2050.

A Aura informa ainda que realizará pagamentos trimestrais à Gold Royalty de 250 onças de ouro (1.000 onças por ano). Estes pagamentos cessarão na data de início da produção comercial do Projeto Borborema ou no décimo aniversário da data de vigência do acordo de participação.

A Gold Royalty fará pagamentos contínuos à Aura de $30 por onça equivalente de ouro entregue ou paga à Gold Royalty. Estes pagamentos são destinados a investimentos relacionados a ESG (Ambiental, Social e Governança) a serem realizados pela Aura, até um máximo de US$ 300 mil.

A operação Gold-Linked-Loan envolve US$ 10 milhões pagos em dinheiro após o fechamento da operação e terá prazo de 6 anos após o fechamento. Serão pagos juros trimestrais de no mínimo 110 onças de ouro que pode ser feito em dinheiro ou com entrega física de ouro. No vencimento, a Gold Royalty poderá receber o pagamento de US$ 10 milhões em dinheiro ou o pagamento de US$ 5 milhões em dinheiro acrescido de royalties adicionais equivalentes a uma participação de 0,5% na receita líquida de fundição sobre o Projeto Borborema.

Rodrigo Barbosa, Presidente e CEO, comentou: “Concluímos com sucesso o plano de financiamento do projeto Borborema. Com este adicional de US$ 31 milhões, totalizamos de US$ 145 milhões financiados por terceiros, valor este que somado a nossa geração de caixa, será suficiente para concluirmos as obras e iniciarmos a nova planta de Borborema, cujo investimento total será de US$ 188 milhões. Neste projeto optamos por uma estratégia de financiamento diversificada, que engloba dívida, royalty, empréstimo de ouro e gold-collars, de forma a mitigar os riscos financeiros vinculados a operação, assim como aumentar o retorno de capital dos nossos acionistas.”

Receba nossos conteúdos em primeira mão.