UPAS: Ministério da Saúde repassa R$ 28,5 para custeio de novas unidades

SalvarSalvar imagem

 

REPÓRTER: Municípios de 10 estados brasileiros acabam de ganhar um reforço no atendimento de urgência e emergência com a habilitação de 14 Unidades de Pronto Atendimento, as UPAs. As unidades, que estavam prontas e ainda não funcionavam, já começaram a atender a população. Cada UPA deve receber um valor anual, referente a custeio, de um milhão e duzentos a três milhões e novecentos mil reais. No total, serão repassados mais de 28 milhões de reais para essas 14 unidades. Segundo o ministro da Saúde, Ricardo Barros, a habilitação dessas UPAs só foi possível graças a uma mudança na portaria que habilita essas unidades.

SONORA: ministro da Saúde, Ricardo Barros

“Nós alteramos a portaria de financiamento das UPAS. Antes haviam três modelos de financiamento de UPA com uma exigência de estrutura bastante cara e necessária, evidentemente, para quem precisa daquela estrutura. Mas como são 340 UPAS prontas e fechados em todo Brasil, nós entendemos que os prefeitos não tinha condições, capacidade financeira, para funcionar as UPAS naquele padrão que estava estabelecido. Então nós lançamos um novo programa com 8 níveis de financiamento para as UPAS, e não três. E o prefeito tem a prerrogativa de escolher qualquer um desses oito níveis para funcionar a UPA. E vamos melhorar muito a atenção de saúde dos brasileiros”.

REPÓRTER: As UPAS 24h existentes no país têm capacidade de realizar cerca de 130 mil atendimentos diários para a 104 milhões de brasileiros, o que representa atendimento a 50% da população. Para mais informações acesse www.saude.gov.br.

Reportagem, Luiz Philipe Leite.

Receba nossos conteúdos em primeira mão.