TJPA: Justiça nega pedido de liberdade de radialista acusado de trafico de drogas

Em sessão realizada no Tribunal de Justiça do Pará, os desembargadores das Câmaras Criminais Reunidas, negaram o pedido de liberdade ao radialista Marcos da Silva Conceição, acusado pelo crime de tráfico de drogas.

Salvar imagem

Tempo de áudio – 1min3seg

LOC/REPÓRTER: Em sessão realizada no Tribunal de Justiça do Pará, os desembargadores das Câmaras Criminais Reunidas, negaram o pedido de liberdade ao radialista Marcos da Silva Conceição, acusado pelo crime de tráfico de drogas. Segundo consta nos autos, Marcos da Silva foi preso em frente a uma escola, em Belém, com 13 gramas de cocaína e 409 gramas de maconha. A defesa de Marcos da Silva Conceição alegou ausência de justa causa para decretação da prisão preventiva, e pediu a desqualificação do crime de tráfico de drogas para o uso de entorpecentes. A relatora do Habeas Corpus, desembargadora Vera Araújo de Souza, afirmou que a prisão foi realizada em flagrante e está devidamente fundamentada pelo juiz. A desembargadora também afirmou que está demonstrada a periculosidade do agente, e por uma questão de ordem pública o réu deve continuar preso. A sessão das Câmaras Criminais desta segunda-feira  julgou 54 feitos.

Com informações da coordenadoria de imprensa do TJPA, reportagem, Storni Jr

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.