SAÚDE: Justiça determina melhorias no atendimento em Santarém

SalvarSalvar imagem

ÚLTIMAS SOBRE BRASIL


REPÓRTER: A Justiça concedeu liminar ingressada pelo Ministério Público de Santarém contra o Estado do Pará e o município, além de determinar a realização de cirurgias e de tratamentos médicos a pacientes que não conseguiram atendimento adequado na rede pública de saúde. A juíza da 6ª Vara Cível de Santarém, Karisse Assad, determinou o prazo de cinco dias para que fosse informado o agendamento dos procedimentos, que aguardam há pelo menos cinco meses em fila de espera, sem previsão de realização. Outra decisão foi o tratamento à paciente diagnosticada em 2011 com câncer na boca, no Hospital Regional de Santarém, sendo submetida a sessões de radioterapia. Por conta da piora no quadro, ela procurou atendimento no Estado do Amazonas. Foi detectado a não existência do câncer e a necrose causada pela exposição desnecessária à radiação, o que paralisou os movimentos do maxilar e desfigurou a face da paciente. A juíza Karisse Assad deferiu ainda o pedido do Ministério Público em outras duas ações e determinou o agendamento de cirurgias de hérnia e cardíaca a dois pacientes. O Ministério Público atuou após denúncias sobre a demora e o não atendimento em casos de intervenção urgente, o que coloca em risco a vida dos pacientes.

Com informações do Ministério Público do Pará, reportagem Thamyres Nicolau

Receba nossos conteúdos em primeira mão.