SAÚDE: Consumidores de café tem menos chances de desenvolver câncer de intestino, aponta estudo

A bebida também pode proteger o paciente contra a reincidência da doença

 

SalvarSalvar imagem

REPÓRTER: Quem consome café regularmente tem menos chances de desenvolver câncer de intestino, de acordo com o estudo divulgado pela publicação britânica Journal of the Clinical Oncology. Após pesquisas, um grupo de cientistas descobriu que os pacientes que recebiam tratamento e tomavam altas doses de café, quatro ou mais xícaras por dia, tinham cerca de 42 por cento menos possibilidade de regressar à doença do que aqueles que não consumiam a bebida. E também que os pacientes que bebiam café tinham 33 por cento menos chances de morrer de câncer do que os demais pacientes. De acordo com o Centro de Câncer Gastrointestinal de Boston, nos Estados Unidos, quem bebe café habitualmente e está sendo tratado de câncer do intestino não deve deixar de tomar, mas se o paciente não é um consumidor ativo, deve primeiro consultar ao médico. Outras investigações também indicam que o café poderia proteger contra vários tipos de tumores malignos, incluindo o câncer de fígado e o de próstata avançado.

 

Reportagem, Sara Rodrigues

Receba nossos conteúdos em primeira mão.