SÃO PEDRO DA ALDEIA (RJ): Apenas 15% das meninas entre 11 e 13 anos tomaram segunda dose da vacina contra HPV, no município

Meta do Ministério da Saúde é de imunizar 75% das meninas entre 11 e 13, com segunda dose da vacina contra HPV, que está disponível nos postos de saúde, de São Pedro da Aldeia

Salvar imagem

REPÓRTER: A procura pela segunda dose da vacina contra o HPV está disponível em postos de saúde de todo o país. As adolescentes que quiserem se imunizar não precisam da autorização dos pais - basta se apresentar nas unidades de saúde - com a caderneta de vacinação ou com documento de identidade. No município de São Pedro da Aldeia, localizado na região dos lagos, a procura ainda é baixa e, apenas 15 por cento das jovens, entre 11 e 13 anos, foram vacinadas. O ministério da Saúde garante que, a vacina é segura, eficaz e causa apenas pequenos efeitos adversos como dor no local da aplicação e, em casos raros, febre e dor de cabeça. A coordenadora de Vigilância de Saúde do município, Maria Helena Pereira, destaca que, os pais e as jovens podem procurar os postos de vacinação para se informar e tomar a vacina.
 
SONORA: Coordenadora da vigilância de saúde, Maria Helena Pereira
 
“Nós fazemos é dar orientação da importância da vacina. Isso a gente está sempre fazendo imbuída em fazer esse contato, nas unidades de saúde está colocando a importância do profissional de saúde está enfatizando a prevenção”.
 
REPÓRTER: O vírus do HPV é a principal causa do câncer do colo do útero no país. Dados do Instituto Nacional do Câncer apontam que, no estado do Rio de janeiro são estimados cerca de mil e 340 novos casos do câncer uterino, em 2015. O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, afirma que, a vacinação é fundamental para a prevenção da doença.
 
SONORA: secretário de Vigilância em Saúde do ministério da Saúde, Jarbas Barbosa
 
“Hoje qualquer menina de nosso país pode estar protegida contra o câncer do colo do útero. Por isso é muito importante que as meninas que tomaram a primeira dose tomem a segunda. A proteção só está completa quando ela toma a segunda dose e cinco anos depois, ela toma o reforço para que a gente tenha a mortalidade por câncer de colo do útero reduzida de maneira drástica em nosso país”. 
 
REPÓRTER: As meninas de São Pedro da Aldeia, entre 11 e 13 anos, podem procurar qualquer um dos 23 postos e centros de saúde da cidade para tomar a segunda dose da vacina contra o HPV.  Os locais funcionam de segunda a sexta, das sete da manhã às cinco horas da tarde.
 
Reportagem, Rodrigo Nunes

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.