PARÁ: Judiciário recebe Selo Ouro do Conselho Nacional de Justiça

O Tribunal de Justiça do Pará recebeu o Selo Ouro na premiação do Conselho Nacional de Justiça aos tribunais brasileiros pelo esforço feito em 2013 para aprimorar os sistemas de estatísticas e informações relacionadas ao funcionamento do Judiciário.

Salvar imagem

Tempo de áudio – 1 min 55 seg

REPÓRTER: O Tribunal de Justiça do Pará recebeu o Selo Ouro na premiação do Conselho Nacional de Justiça aos tribunais brasileiros pelo esforço feito em 2013 para aprimorar os sistemas de estatísticas e informações relacionadas ao funcionamento do Judiciário. A presidente do TJPA, desembargadora Luzia Nadja Guimarães Nascimento ressaltou a importância da modernização do Judiciário para maior transparência e aperfeiçoamento da prestação de serviços.

SONORA: Presidente do Tribunal de Justiça do Pará, desembargadora Luzia Nadja Guimarães Nascimento.

"Devemos avançar em direção à modernidade tão necessária ao poder Judiciário, pois só assim estaremos caminhando firme na efetivação da cidadania. O cidadão não aceita mais estruturas ultrapassadas. Todas as vozes clamam pela racionalização do uso dos tributos arrecadados, especialmente ao poder judiciário, por uma prestação jurisdicional ágil e efetiva".

REPÓRTER: A Comissão Avaliadora da premiação, presidida pela conselheira do CNJ e ministra Maria Cristina Peduzzi, decidiu conferir ainda o Selo Ouro aos representantes de 19 tribunais de justiça, sendo oito para a Justiça Estadual. A ministra Maria Cristina Peduzzi explica o que é o relatório justiça em números.

SONORA: Ministra e conselheira do CNJ, Maria Cristina Peduzzi.

"O relatório justiça em números objetiva exatamente a melhora da prestação jurisdicional, e no momento em que ele coleta todos os dados, com todas as variantes possíveis para identificar quais os gargalos, quais as dificuldades do poder judiciário, ele objetiva melhora, dar transparência ao seu funcionamento, sobretudo, atender melhor o usuário da justiça."

REPÓRTER: O premio Selo Ouro foi recebido pela desembargadora Luzia Nadja Guimarães Nascimento, em Florianópolis, Santa Catarina, durante o "VIII Encontro Nacional do Poder Judiciário", que reúne os presidentes de todos os tribunais brasileiros.  

Reportagem, Storni Jr

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.