MINUTO DA SAÚDE: Saiba por que abandono de pacientes com Tuberculose é recorrente

SalvarSalvar imagem

 

TEC/ VINHETA MINUTO DA SAÚDE

 

LOC: As pessoas com Tuberculose, além de terem de lidar com as complicações da doença, têm ainda que se preocupar com o preconceito em ambiente de convívio. Esse, muitas vezes, é o motivo do abandono ao tratamento. Dados apontam que, em 2016, 10,4% dos pacientes desistiram de lutar contra a doença. 

Segundo o médico infectologista, Marco Aurélio Góes, referência técnica da Vigilância Epidemiológica de Doenças Transmissíveis de Sergipe, a principal questão da Tuberculose ainda é o preconceito enfrentado pelos pacientes que ocasiona o abandono do tratamento.

 

TEC/SONORA: Marco Aurélio Góes, referência técnica da Vigilância Epidemiológica de Doenças Transmissíveis de Sergipe.

 “A principal questão na Tuberculose ainda é esse preconceito, tanto de achar que é uma doença que só atinge os outros, como que é uma doença que não existe mais. Mas temos fatos reais que a Tuberculose, apesar de ser curável em quase 100% dos casos e tem um tratamento que é disponibilizado, é gratuito, tanto para quem trata no serviço público ou no serviço privado, a gente tem ainda 10% dos casos em que abandonam o tratamento e quase 8% vão a óbito. Isso porque abandonam o tratamento e não tomam o medicamento corretamente.”

 

 

LOC: A Tuberculose é tratável e curável na maioria dos casos. O Sistema Único de Saúde disponibiliza gratuitamente o diagnóstico e o tratamento. Para mais informações, acesse saude.gov.br/combateaedes. Ministério da Saúde, Governo Federal.

 

 

 

TEC/ VINHETA MINUTO DA SAÚDE

Receba nossos conteúdos em primeira mão.