LUIS EDUARDO MAGALHÃES (BA): Segunda dose da vacina contra o HPV está disponível em 16 unidades básicas da cidade

Salvar imagem

REPÓRTER: As jovens de 11 a 13 anos do município de Luis Eduardo Magalhães devem tomar a vacina de prevenção contra o HPV em qualquer uma das 16 unidades básicas de saúde da cidade. O município ainda apresenta baixo índice de vacinação na segunda fase, com apenas sete por cento das meninas vacinadas. A meta do ministério da Saúde é de imunizar 80 por cento no município.Segundo a secretaria municipal de Saúde, o medo que afasta as meninas dos postos de saúde são as reações adversas que a vacina pode causar. No município, nenhuma garota teve reação diferente causada pela vacina, que é totalmente segura, e o processo de vacinação é totalmente simples.  Quem afirma é a enfermeira Isabel Silva, do posto de saúde Vereda tropical.
 
SONORA: Isabel Silva, enfermeira do posto de saúde Vereda Tropical, em Luis Eduardo Magalhães
 
“As filhas que tomaram a primeira dose tem que trazer seus cartões de vacina pra gente anotar a segunda. É rapidinho, só no máximo 10 minutos pra gente preencher os cartões e a vacina também serve pra que a paciente fique lá na sala de vacinação do HPV, fique uns 10 minutos de observação pra ver se não acontece nenhuma reação como nunca aconteceu, e é rapidinho”.
 
REPÓRTER: São 16 unidades básicas de saúde espalhadas pelo município com as vacinas disponíveis em todas as doses. O processo de vacinação é simples, a vacina é segura, previne contra o vírus e elimina o câncer do colo de útero, que é uma das principais de morte de mulheres no país. Então meninas de 11 a 13 anos de Luis Eduardo Magalhães, leve sua caderneta de vacinação, compareça aos postos de saúde de segunda a sexta-feira, das oito da manhã a cinco da tarde, e se vacinem.

 

Reportagem, Lucas Bolzan

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.