JUSTIÇA: Condenado pela morte da vizinha vai cumprir 18 anos de prisão

REPÓRTER: Os jurados do primeiro Tribunal do Júri de Belém, sob a presidência do juiz Edmar Pereira, condenaram o prestador de serviços gerais, Marcelo Lobato Costa, de 21 anos, pelo assassinato de Eweise Myrelle da Silva Souza, conhecida como “Loura”, de 19 anos, no bairro do Tapanã, região metropolitana de Belém.

Salvar imagem

REPÓRTER: Os jurados do primeiro Tribunal do Júri de Belém, sob a presidência do juiz Edmar Pereira, condenaram o prestador de serviços gerais, Marcelo Lobato Costa, de 21 anos, pelo assassinato de Eweise Myrelle da Silva Souza, conhecida como “Loura”, de 19 anos, no bairro do Tapanã, região metropolitana de Belém.  Marcelo confessou durante o interrogatório que atingiu a vítima com um tiro de arma de fogo, mas que não tinha intenção de matá-la. O marido de Eweise, Mariano Nascimento, informou ao júri que sua esposa havia comentado com ele que estava sofrendo assédio e que no dia do crime Marcelo invadiu a residência e atirou na cabeça da vítima.  Ao final do julgamento, a pena imposta ao réu é de 18 anos de prisão em regime inicialmente fechado.
https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif
 
Com informações da Coordenadoria de Imprensa do Tribunal de Justiça do Pará, reportagem Marcela Coelho. 

 

 

 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.