JUSTIÇA: Acusado de matar companheiro de cela na cadeia é condenado a 19 anos

Após quatro horas de julgamento, os jurados do 2º Tribunal do Júri de Belém condenaram o marceneiro Jeffersander Pantoja de Souza, de 27 anos de idade, a dezenove anos de prisão pelo assassinato de Dion Tony Fonseca de Miranda, 20 anos.

Salvar imagem

JUSTIÇA: Acusado de matar companheiro de cela na cadeia é condenado a 19 anos

 
Tempo de áudio –
 
LOC/REPÓRTER: Após quatro horas de julgamento, os jurados do 2º Tribunal do Júri de Belém condenaram o marceneiro Jeffersander Pantoja de Souza, de 27 anos de idade, a dezenove anos de prisão pelo assassinato de Dion Tony Fonseca de Miranda, 20 anos. A pena fixada foi de vinte anos de reclusão, mas foi reduzida em um ano devido ao réu ter confessado o crime. O crime ocorreu em 2012, no interior de uma cela do Centro de Triagem da Cremação, em Belém. O promotor de justiça Samir Dahas Jorge sustentou a acusação de que o réu foi autor de homicídio qualificado motivado por vingança. O defensor público Alex Noronha sustentou a tese de insuficiência de provas. O defensor alegou que o réu teria sido forçado a assumir a responsabilidade do crime sob ameaça de outros companheiros de cela.
 
Com informações da coordenadoria de imprensa do TJPA, reportagem, Storni Jr. 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.