FLORÂNIA (RN): Cidade está em situação de risco no que se refere a infestação do mosquito da Dengue, Zika e Chikungunya

O índice de infestação do mosquito transmissor das doenças está em 10,2% - 10x maior que o tolerável pelas autoridades de saúde, que é de até 1%

SalvarSalvar imagem

LOC: Florânia está em situação de risco para a infestação do mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya. A informação é do último levantamento feito pelo Ministério da Saúde. O índice apresentado está em dez vírgula dois por cento, dez vezes maior que o tolerável pelas autoridades de saúde, que é de até um por cento. A subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Secretaria da Saúde Pública do Estado, Maria Lima, conta como é feito o trabalho de vistoria e fiscalização destes focos.

SONORA: Subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Secretaria da Saúde Pública do Estado, Maria Lima

“A gente desloca uma equipe de dez pessoas, que vão fazer a orientação e a fiscalização, que é como se a gente fizesse uma geral no município em termos de foco. Após fazer tudo isto, eliminação de focos, de vasilhames, tratamento das caixas d’águas, de locais que tenham água, a gente também usa o fumacê, já que foi detectada a questão do alerta ou risco para este município.”.

LOC: Este é o trabalho feito pelos agentes de combate de endemias. Mas a população também pode fazer a sua parte, como explica o secretário estadual de saúde, George Antunes.

SONORA: Secretário estadual de saúde, George Antunes

“Primeiro são as vistorias internas. Segundo, evitar esta proliferação, esta disseminação dos criadouros. E o outro, a educação. Disseminar a educação para os seus próximos. As pessoas precisam se envolver, precisam entender que são parte deste processo”.

LOC: E você? Tem feito a sua parte? A melhor forma de se evitar a Dengue, a Zika e a Chikungunya é combater o acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor da doença. Então mantenha a sua caixa d’água sempre fechada com a tampa adequada; remova as folhas, os galhos e tudo o que possa impedir a água de correr pelas calhas; não deixe água acumulada sobre as lajes; mantenha sempre bem tampado os tonéis; guarde as garrafas de cabeça para baixo; coloque os lixos em sacos plásticos, mantenha a lixeira bem fechada e jamais jogue lixo em terrenos baldios; e se tiver pneus velhos, entregue ao serviço de limpeza urbana. Para saber mais sobre as doenças e formas de combater a Dengue, Zika e Chikungunya, acesse o site: saude.gov.br/combateaedes. Ministério da Saúde, Governo Federal.
 

Receba nossos conteúdos em primeira mão.