Cadastro de mídia

TERMO DE USO E PARCERIA

TERMO DE USO E PARCERIA

Regras de Uso

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pelo Brasil 61 só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

a) A utilização do material - na íntegra, ou em partes - só será permitida desde que as informações não sejam distorcidas, manipuladas ou alteradas.

b) Não é necessário a identificação do Brasil 61 na hora da replicação do conteúdo. Mas toda e qualquer veiculação de áudios produzidos pelo Brasil 61 prevê o cadastro no site, com a disponibilização de dados que serão utilizados para a organização do mailing desta empresa,

2º - OBRIGAÇÕES DO BRASIL 61

a) O Brasil 61 se compromete, a partir deste termo de uso, a produzir conteúdo particularizado diariamente, trazendo informações de dia-a-dia e bastidores do Planalto Central, além de outras temáticas de relevância do noticiário nacional. 

b) O acesso ao conteúdo jornalístico (na versão de leitura) é livre e gratuito, podendo ser replicado por qualquer usuário que acesse o site. O download do áudio para que seja utilizado na programação das rádios requer que o radialista realize o login no site da Agência do Rádio - informando e-mail e senha cadastrados. 

3º - OBRIGAÇÕES DOS COMUNICADORES PARCEIROS

Não alterar o sentido dos materiais, ou distorcer fala de entrevistados ou mudar a conotação das mensagens dos materiais. 

ADENDOS IMPORTANTES SOBRE A PARCERIA

a) O Brasil 61 poderá distribuir conteúdo patrocinado com ou sem assinatura dos clientes patrocinadores do boletim e sem aviso prévio ao comunicador. 

b) As rádios parceiras não vão ter participação financeira sobre o faturamento do Brasil 61.

c) Os comunicadores podem patrocinar os conteúdos do Brasil 61, desde que não alterem o sentido e a conotação dos conteúdos oferecidos. Nesses casos, o Brasil 61 Mais não terá participação nos lucros conquistados pelos veículos parceiros. 

Ao clicar em ACEITO, a emissora aqui cadastrada afirma concordar e estar ciente de todas as condições apresentadas neste Termo de Utilização de Conteúdo.

Foto: reprodução - Alexandre Vidal/Flamengo

Flamengo atropela San José e fica a um empate das oitavas da Liberta

Rubro-Negro jogou com um a mais desde os primeiros quatro minutos. Foi a maior vitória de um clube até agora na competição


O torcedor Rubro-Negro acordou feliz na manhã desta quinta-feira (12), depois da goleada de seis a um que o Flamengo aplicou para cima do San José, da Bolívia, no Maracanã. No maior placar até agora desta edição da Libertadores, Diego abriu o marcador logo aos quatro minutos de jogo de cabeça dentro da área. No mesmo minuto, o zagueiro Toco fez falta em Bruno Henrique na grande área e foi expulso. O atacante ficaria cara a cara com o goleiro Lampe.

Depois, o time deslanchou na partida. Éverton Ribeiro fez dois gols, Arrascaeta também fez o dele, o atacante Vitinho marcou o quinto, e o sexto foi gol contra de Gutiérrez. Saucedo foi quem diminuiu a goleada no Maracanã. A vitória recolocou o Flamengo na liderança do grupo D, eliminando os bolivianos da competição. Um empate na próxima rodada antecipa a classificação Rubro-Negra para as oitavas.

Assim como há 20 anos pela final da Copa do Brasil de 1999, deu Juventude em Caxias do Sul. No reencontro das equipes pela terceira fase do torneio, o clube gaúcho levou a melhor e venceu o Botafogo por 2 a 1, e garantiu a vaga na quarta fase da competição nesta quinta-feira. Em Caxias do Sul, o Alvinegro até saiu na frente com Cícero aos 32 do primeiro tempo, mas teve Alex Santana expulso ainda no primeiro tempo. Foi quando Braian Rodríguez aproveitou para empatar aos 15 da segunda etapa. Já nos 44 minutos do fim do jogo, Dalberto virou a partida para enlouquecer a torcida alviverde no Alfredo Jaconi. A quarta fase é o próximo desafio do clube gaúcho.

Outro time que venceu na terceira fase da Copa do Brasil foi o Santos, após três a zero em cima do Atlético Goianiense, na Vila Belmiro. O Peixe voltou a jogar em sua casa após três meses de reforma do estádio. No primeiro tempo, o time pressionou o adversário até abrir o placar aos 44 minutos com o uruguaio Carlos Sánchez. Na segunda etapa, o menino da Vila Rodrygo fez o segundo gol já no primeiro minuto. O chutaço de fora da área foi parar no ângulo do goleiro Mauricio Kozlinski. O terceiro veio aos 39 novamente com o meia Sánchez. Com o resultado, o Peixe está na quarta fase do torneio nacional.

Continue Lendo





Receba nossos conteúdos em primeira mão.

O torcedor Rubro-Negro acordou feliz na manhã desta quinta-feira (12), depois da goleada de seis a um que o Flamengo aplicou para cima do San José, da Bolívia, no Maracanã. No maior placar até agora desta edição da Libertadores, Diego abriu o marcador logo aos quatro minutos de jogo de cabeça dentro da área. No mesmo minuto, o zagueiro Toco fez falta em Bruno Henrique na grande área e foi expulso. O atacante ficaria cara a cara com o goleiro Lampe.

Depois, o time deslanchou na partida. Éverton Ribeiro fez dois gols, Arrascaeta também fez o dele, o atacante Vitinho marcou o quinto, e o sexto foi gol contra de Gutiérrez. Saucedo foi quem diminuiu a goleada no Maracanã. A vitória recolocou o Flamengo na liderança do grupo D, eliminando os bolivianos da competição. Um empate na próxima rodada antecipa a classificação Rubro-Negra para as oitavas.

Assim como há 20 anos pela final da Copa do Brasil de 1999, deu Juventude em Caxias do Sul. No reencontro das equipes pela terceira fase do torneio, o clube gaúcho levou a melhor e venceu o Botafogo por 2 a 1, e garantiu a vaga na quarta fase da competição nesta quinta-feira. Em Caxias do Sul, o Alvinegro até saiu na frente com Cícero aos 32 do primeiro tempo, mas teve Alex Santana expulso ainda no primeiro tempo. Foi quando Braian Rodríguez aproveitou para empatar aos 15 da segunda etapa. Já nos 44 minutos do fim do jogo, Dalberto virou a partida para enlouquecer a torcida alviverde no Alfredo Jaconi. A quarta fase é o próximo desafio do clube gaúcho.

Outro time que venceu na terceira fase da Copa do Brasil foi o Santos, após três a zero em cima do Atlético Goianiense, na Vila Belmiro. O Peixe voltou a jogar em sua casa após três meses de reforma do estádio. No primeiro tempo, o time pressionou o adversário até abrir o placar aos 44 minutos com o uruguaio Carlos Sánchez. Na segunda etapa, o menino da Vila Rodrygo fez o segundo gol já no primeiro minuto. O chutaço de fora da área foi parar no ângulo do goleiro Mauricio Kozlinski. O terceiro veio aos 39 novamente com o meia Sánchez. Com o resultado, o Peixe está na quarta fase do torneio nacional.

Reportagem, Pedro Marra