DRACENA (SP): Segunda etapa de vacinação contra vírus HPV teve baixa procura das adolescentes de 11 a 13 anos

Salvar imagem

REPÓRTER: A segunda etapa de vacinação contra o vírus HPV em Dracena acontece no posto central da cidade. A imunização contra o papiloma vírus é gratuita e eficaz na prevenção do câncer do colo de útero. O município paulista ainda está abaixo da meta de vacinação de 75 por cento, estipulada pelo ministério da Saúde. Somente cinco por cento das meninas tomaram a vacina contra o HPV na cidade. Já no estado de São Paulo, 66 por cento das jovens de 11 a 13 se imunizaram. A estudante Maria Luiza, de 12 anos, tomou a segunda dose da vacina contra o vírus HPV em dezembro do ano passado. Mesmo com toda repercussão negativa no município, ela não sentiu medo em tomar a vacina e após a imunização não sentiu nenhum efeito colateral. No colégio onde estuda, o assunto foi abordado pelas amigas da jovem. Elas também tomaram a vacina sem nenhum efeito adverso. A estudante, Maria Luiza, manda um recado para as adolescentes que a vacina é importante para o futuro delas.
 
 SONORA: Maria Luiza, Estudante.
 
“É importante tomar a vacina porque ela previne o nosso futuro e a nossa saúde”.
 
REPÓRTER: Segundo o Instituto Nacional do Câncer, devem surgir no estado de São Paulo cerca de 1800 novos casos de câncer do colo de útero neste ano. Para garantirem a prevenção contra a doença, as jovens devem tomar as três doses da vacina contra o vírus HPV. Só uma dose não é eficaz na proteção contra o papiloma vírus, de acordo com o ministério da Saúde. O secretário de ciência, tecnologia e insumos estratégicos do ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, afirma que a cada dia 14 mulheres morrem em decorrência do câncer do colo de útero.
 
SONORA: secretário de ciência, tecnologia e insumos estratégicos do ministério da Saúde, Jarbas Barbosa
 
“O câncer do colo de útero ainda mata a cada dia 14 mulheres em nosso país. São as mães e as avós das meninas que hoje tem a oportunidade de tomar a vacina. Por isso que nenhuma família pode negar esse direito a menina, por isso que a menina se conscientize, se informe e exija que o seu direito seja garantido. Que ela vai poder ser a primeira geração de brasileiras onde a morte por câncer do colo de útero vai estar eliminada.
 
REPÓRTER: A secretária de Saúde do município de Dracena, Geni Lobo, alerta as jovens para não perderem a oportunidade de se vacinar contra o vírus HPV para não pegarem a doença. 
 
SONORA: Secretária de Saúde do município de Dracena, Geni Lobo.
 
“A vacina ela previne contra uma doença muito problemática, que é o HPV. E hoje, tendo essa oportunidade de prevenir antes de que aconteça o pior, é muito melhor. Então eu acredito que as meninas tem que ter noção, tem que ter discernimento que é importante para a vida delas adulta”.
 
REPÓRTER: A imunização contra o vírus HPV em Dracena acontece no Posto Central da cidade que fica na Rua Espírito Santo 135, no bairro Centro, próximo ao Takahashi Pneus. O atendimento é de segunda a sexta-feira de sete da manhã às cinco da tarde. Para tomar a vacina, basta apresentar carteira de vacinação ou documento de identidade. A imunização contra o papiloma vírus é gratuita.
 
Reportagem, Pedro Paulo Borges.

 

 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.