BURITI DOS LOPES (PI): Conscientização tenta acabar com medo da vacina contra HPV

SalvarSalvar imagem

REPÓRTER: A vacina contra o vírus HPV, o principal responsável do câncer do colo do útero, gera discussão e mitos acabam sendo criados sobre a vacinação. Efeitos colaterais podem ocorrer em algumas jovens, porém não são sintomas graves e os benefícios são significantes para a saúde das meninas. Informações negativas acabam afastando a população dos postos de vacinação. A expectativa do Instituto Nacional do Câncer é que ocorram 400 novos casos deste tipo de câncer no Piauí, neste ano. Em Buriti dos Lopes, apenas 18 por cento da meta da segunda dose da campanha foi atingida. A meta do ministério da Saúde é vacinar 75% das meninas entre 11 e 13 anos da cidade. O motivo pela baixa taxa de vacinação seria o medo das pessoas com o que poderia acontecer com as jovens. A secretária municipal de saúde, Elciane Castelo Branco, garante que os boatos prejudicaram a procura à campanha na cidade.
 
SONORA: Secretária municipal de saúde, Elciane Castelo Branco
 
“Através das redes sociais, houve uma matéria onde foi abordado que algumas adolescentes teriam tido problemas por conta da segunda dose e que assustou bastante aqui as adolescentes e os pais. Em Buriti dos Lopes nenhuma adolescente teve problema, mesmo sabendo que não tiveram nenhuma reação nenhum problema da primeira dose, mas por conta das redes sociais elas terminaram tendo receio em fazer a segunda dose”.
 
REPÓRTER: A estudante de Buriti dos Lopes Maria Vitória Sousa, de 13 anos, utiliza as redes sociais todos os dias, mas não se assustou com os boatos e já tomou as duas doses da vacina contra o HPV.
 
SONORA: Estudante, Maria Vitória Sousa
 
“A primeira dose nós tomamos na escola e a segunda foi no posto de saúde. Antes eu até tava meio nervosa, só que foi tranquilo, depois não aconteceu nada. Queria só falar para elas procurar tomar a vacina para não ter problemas”
 
REPÓRTER: Para se prevenir contra o HPV é preciso tomar as três doses da vacina. A secretária Elciane Castelo Branco faz um convite as adolescentes para se vacinarem. Ela reforça que a vacina é segura e que todas as jovens serão orientadas e imunizadas sem efeitos colaterais.
 
SONORA: Secretária municipal de saúde, Elciane Castelo Branco
 
“Nós estamos convocando vocês adolescentes a se fazerem presentes nas unidades de saúde para que sejam feitas a segunda dose, onde vocês serão imunizadas do câncer do colo do útero. Onde não existe nenhuma reação, é uma vacina totalmente segura, onde vocês irão se assegurar, se prevenir de um câncer para o resto da vida. Meninas não deixem para depois. A vacina é segura e o procedimento também é seguro. Procure os postos de saúde  onde vocês serão orientadas. Após a orientação vocês será feita a vacina. Vamos lá meninas”.
 
 
REPÓRTER: No município de Buriti dos Lopes a população pode tomar a vacina contra o HPV em quatro unidades de saúde na zona urbana e cinco na zona rural. Os postos funcionam de segunda a sexta das oito da manhã às cinco da tarde.
 
Reportagem, Rodrigo Nunes

Receba nossos conteúdos em primeira mão.