APOSENTADO: Portador de doença crônica consegue tratamento gratuito

REPÓRTER: O aposentado Paulo Roberto Batista, portador de doença renal crônica, procurou a Defensoria Pública do Estado do Pará, para pedir um auxilio depois de não conseguir atendimento no Instituto de Previdência e Assistência do Município de Belém, o Ipamb.

SalvarSalvar imagem

REPÓRTER: O aposentado Paulo Roberto Batista, portador de doença renal crônica, procurou a Defensoria Pública do Estado do Pará, para pedir um auxilio depois de não conseguir atendimento no Instituto de Previdência e Assistência do Município de Belém, o Ipamb. De acordo com o aposentado, para o tratamento da doença são necessárias nove sessões de hemodiálise, porém o instituto se comprometeu em cumprir apenas cinco sessões obrigando o idoso a pagar um financiamento. A defensoria conseguiu liminar que garante o direito ao tratamento da doença e uma indenização por dano moral no valor de cinquenta mil reais ao idoso.
 

 

Com informações da Defensoria Pública do Estado do Pará, reportagem Marcela Coelho 

Receba nossos conteúdos em primeira mão.