Foto: Orlando Brito
Foto: Orlando Brito

Primeira prisão na CPI da Covid

Roberto Dias recebeu voz de prisão do presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD-AM). O ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde foi acusado de mentir aos senadores em relação à acusação de pedir propina no episódio da oferta da vacina da AstraZeneca pela empresa americana Davati.

Salvar imagem

Roberto Ferreira Dias, ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde, fazia seu depoimento na Comissão de Inquérito do Senado que apura irregularidades na compra da vacina Covaxin. Desde o início, os senadores que o interrogavam não mostravam-se satisfeitos com suas respostas. Negava que tinha combinado encontro com Luiz Dominghetti, quando trataram de propina para aquisição do imunizante. 

Até que no fim da tarde, o presidente da CPI, Omar Aziz, decretou sua prisão após a apresentação de um aúdio que demonstrava o contrário. E então, decretou sua prisão, por perjúrio.

 

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.