Foto: Divulgação/Brasil Mineral
Foto: Divulgação/Brasil Mineral

Faturamento do setor cai 9% em agosto

A receita líquida interna somou R$ 21.859 milhões no oitavo mês, 12,9% a menos sobre agosto de 2021

Salvar imagem

Segundo dados divulgados pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), o setor registrou faturamento de R$ 28.341 milhões em agosto de 2022, uma queda de 9% na comparação com o mesmo mês do último ano. A receita líquida interna somou R$ 21.859 milhões no oitavo mês, 12,9% a menos sobre agosto de 2021, enquanto o consumo aparente totalizou R$ 34.732 milhões em agosto de 2022, 6,1% inferior em relação ao mesmo mês do ano passado. 

As exportações renderam US$ 1.260,29 milhões, um crescimento de 28,2% quando comparado a agosto de 2021. Já as importações somaram US$ 2.301,23 milhões, um aumento de 27,5% sobre agosto do último ano. Com isto, o setor fechou o mês com déficit de US$ 1.040,74 milhões, 26,7% superior ao registrado um ano antes. A Abimaq registrou 395,4 mil pessoas nos postos de trabalho em agosto de 2022, um acréscimo de 6% na comparação com agosto do ano passado.

No acumulado até agosto de 2021, o faturamento alcançou R$ 205.786 milhões, um recuo de 5,1% sobre o mesmo período de 2021. Já a receita líquida interna e o consumo aparente somaram R$ 164 milhões e R$ 256 milhões até agosto, o que corresponde a quedas de 6,9% e 7,2%, respectivamente. 

As vendas externas alcançaram US$ 7.884,82 milhões, enquanto as importações ficaram em US$ 15.933,73 milhões, o que significa acréscimos de 28,2% e 13,3%, respectivamente, na comparação com os oito meses iniciais de 2021. O setor fechou o período entre janeiro e agosto de 2022 com déficit US$ 8.048,91 milhões, um aumento de 1,7%. Os postos de emprego somaram 391,9 mil na média do ano, um aumento de 8,6% sobre o mesmo período de 2021.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.