Foto: Divulgação/Brasil Mineral
Foto: Divulgação/Brasil Mineral

Atlas Agro constrói primeira planta de nitrogenados verdes em Uberaba

A empresa foca na produção de fertilizantes nitrogenados com zero emissões e avança em direção à fase do projeto de engenharia

Salvar imagem

A Atlas Agro investirá R$ 5 bilhões na instalação da primeira fábrica de fertilizantes nitrogenados verdes do hemisfério sul, a ser construída em Uberaba (MG). A empresa foca na produção de fertilizantes nitrogenados com zero emissões de carbono e avança em direção à fase do projeto de engenharia. A planta produzirá ainda hidrogênio verde e amônia verde. No ano de 2023, a Atlas Agro iniciou o processo de seleção de fornecedores (bidding) com empresas nacionais e internacionais para as etapas de estudos básicos e desenho do projeto de engenharia (FEED), além de definir os parâmetros para um contrato de construção. As empresas conheceram o terreno onde será construída a planta, que abrange mais de 1 milhão de m² e está localizado dentro do distrito industrial 3, em Uberaba (MG), local estratégico que que concentra produtores e vários distribuidores de fertilizantes para a região.

Uma visita técnica ocorreu dia 5 de dezembro e teve a presença de cerca de 25 profissionais, de 11 empresas participantes do processo, de origens brasileira, europeia e asiática. Segundo o diretor de projetos da Atlas Agro, Michael Kozlov, trata-se de um processo competitivo entre as maiores e melhores empresas do mercado no Brasil e exterior. “Demos a todos a oportunidade de conhecer o terreno e os requisitos básicos do projeto, antes da proposta final de cada empresa”, explica. A visita contou também com a presença e participação da prefeita de Uberaba, Elisa Araújo, e do Secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação de Uberaba, Rui Ramos.  

A prefeita disse que o projeto reúne grandes empresas do Brasil e do exterior e, desta forma, o município deseja todo o sucesso do empreendimento, que também será o sucesso de Uberaba e região. Para o secretário Rui Ramos, o empreendimento mostra a importância e grandiosidade do projeto para o município, Minas Gerais e para o País. “Este investimento de quase R$ 5 bilhões proporcionará um grande desenvolvimento para o município, gerando mais de 2 mil empregos na construção e mais de 500 na fase de operação”, disse. “Estamos muito honrados em sermos pioneiros ao sediar esta fábrica que possui um alto nível de tecnologia e grau de inovação, além do importante aspecto sustentável, que trará muitos benefícios para os agricultores de toda região”, acrescentou. “O processo de bidding será concluído nos próximos meses, dando início imediato aos estudos, seguidos pelo projeto de engenharia”, conclui Rodrigo Santana, Diretor de Operações da Atlas Agro.

Receba nossos conteúdos em primeira mão.