LAVA-JATO: José Dirceu é transferido para Superintendência da PF em Curitiba

O ex-ministro vai permanecer detido na sede da PF de Curitiba sem prazo de soltura.

 

Salvar imagem

REPÓRTER: O ex-ministro José Dirceu foi transferido da sede da Polícia Federal de Brasília, para a Superintendência da PF em Curitiba, na tarde desta terça-feira. Lá estão concentradas as investigações do esquema de corrupção na Petrobras. Ele chegou de jatinho, por volta das cinco da tarde e vai ficar detido juntamente com outros 14 presos. O ex-ministro da Casa Civil e homem forte do primeiro mandato do governo Luiz Inácio Lula da Silva foi detido em casa, nesta segunda-feira, pela décima sétima fase da Operação Lava-Jato, chamada de Pixuleco. Nesta etapa, Polícia Federal investiga o esquema de corrupção e lavagem de dinheiro na Petrobras. José Dirceu não vai precisar fazer exame de corpo de delito em Curitiba porque já realizou o processo em Brasília. Ele precisou de autorização do Supremo Tribunal Federal, porque já cumpria pena por causa do escândalo do Mensalão. O ex-ministro vai permanecer detido na sede da PF de Curitiba sem prazo de soltura e deve ser ouvido pela Polícia Federal após depoimentos dos outros presos em Curitiba. Segundo o Ministério Público Federal e a PF, o ex-ministro participou do esquema de corrupção na Petrobras quando chefiava a Casa Civil.

 

Reportagem, Sara Rodrigues

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.