ÁGUA: Brasil desperdiça 6,5 vezes capacidade do sistema Cantareira ao ano, revela estudo

 O volume perdido na distribuição de água equivale a perdas financeiras de oito bilhões de reais

Salvar imagem

REPÓRTER: Os sistemas de saneamento básico e empresas que operam esses serviços perderam 6 bilhões e quinhentos e trinta milhões de metros cúbicos de água tratada em 2013. É o que revela estudo divulgado pelo instituto Trata Brasil ao utilizar dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento. O volume perdido na distribuição de água equivale a mais de seis vezes a capacidade do sistema Cantareira, de São Paulo. Todo montante, de acordo com o levantamento, equivale perdas financeiras de oito bilhões de reais. As perdas de água são associadas a vazamentos, falta de hidrômetros nas residências, erros na medição, ligações clandestinas e roubo de água.  

As maiores perdas na distribuição de água foram registradas nas regiões Norte e Nordeste. De acordo com o estudo, se em cinco anos, houvesse uma queda de apenas 15 por cento nas perdas no país, os ganhos acumulados em relação ao ano inicial seriam de três bilhões e oitocentos e cinquenta milhões de reais.

Reportagem, Alexandre Souza

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.