Cadastro de mídia

TERMO DE USO E PARCERIA

TERMO DE USO E PARCERIA

Regras de Uso

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pelo Brasil 61 só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

a) A utilização do material - na íntegra, ou em partes - só será permitida desde que as informações não sejam distorcidas, manipuladas ou alteradas.

b) Não é necessário a identificação do Brasil 61 na hora da replicação do conteúdo. Mas toda e qualquer veiculação de áudios produzidos pelo Brasil 61 prevê o cadastro no site, com a disponibilização de dados que serão utilizados para a organização do mailing desta empresa,

2º - OBRIGAÇÕES DO BRASIL 61

a) O Brasil 61 se compromete, a partir deste termo de uso, a produzir conteúdo particularizado diariamente, trazendo informações de dia-a-dia e bastidores do Planalto Central, além de outras temáticas de relevância do noticiário nacional. 

b) O acesso ao conteúdo jornalístico (na versão de leitura) é livre e gratuito, podendo ser replicado por qualquer usuário que acesse o site. O download do áudio para que seja utilizado na programação das rádios requer que o radialista realize o login no site da Agência do Rádio - informando e-mail e senha cadastrados. 

3º - OBRIGAÇÕES DOS COMUNICADORES PARCEIROS

Não alterar o sentido dos materiais, ou distorcer fala de entrevistados ou mudar a conotação das mensagens dos materiais. 

ADENDOS IMPORTANTES SOBRE A PARCERIA

a) O Brasil 61 poderá distribuir conteúdo patrocinado com ou sem assinatura dos clientes patrocinadores do boletim e sem aviso prévio ao comunicador. 

b) As rádios parceiras não vão ter participação financeira sobre o faturamento do Brasil 61.

c) Os comunicadores podem patrocinar os conteúdos do Brasil 61, desde que não alterem o sentido e a conotação dos conteúdos oferecidos. Nesses casos, o Brasil 61 Mais não terá participação nos lucros conquistados pelos veículos parceiros. 

Ao clicar em ACEITO, a emissora aqui cadastrada afirma concordar e estar ciente de todas as condições apresentadas neste Termo de Utilização de Conteúdo.

Créditos: Reprodução PRF

Operação apreende 1,5 milhão de carteiras de cigarro contrabandeado no PR

Carga está avaliada em R$ 7, 5 milhões, duas pessoas foram presas


Uma operação conjunta entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Federal e o Exército Brasileiro apreendeu na madrugada deste domingo (18) cerca de 1,5 milhão de carteiras de cigarro, em um depósito da cidade de Francisco Alves, no noroeste do Paraná. Um homem e um adolescente foram presos no local.

De acordo com as investigações da PRF, o produto vinha contrabandeado do Paraguai. A corporação informou que esta é uma das maiores apreensões de cigarro já realizadas no estado.

O flagrante ocorreu por volta das 2h40, quando as equipes encontraram carreta próxima a acampamento nas proximidades das margens do rio Piriqui. No local, um homem de 21 anos e um jovem de 15 afirmaram que foram contratados para descarregar embarcações e carregar os veículos com o produto, além de vigiar o carregamento. Segundo informações da PRF, o valor estimado da carga é de R$ 7, 5 milhões.

A polícia se deparou com uma estrutura semelhante à de um alojamento, com espaço para guardar roupas e mantimentos. Na hora do flagrante, 500 mil carteiras de cigarro estavam no semirreboque de um caminhão frigorífico, o restante estava no acampamento.

Essa foi mais uma ação da Operação Hórus, coordenada pela Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública, realizada por vários órgãos da segurança que tem como objetivo central impedir o contrabando de produtos ilegais pelas fronteiras.

Os dois presos responderão por contrabando, que têm pena de dois a cinco anos de prisão. O adolescente foi enviado para a Delegacia municipal, enquanto o rapaz de 21 anos foi para a Delegacia da Polícia Federal na cidade de Guaíra.

Continue Lendo





Receba nossos conteúdos em primeira mão.

Uma operação conjunta entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Federal e o Exército Brasileiro apreendeu na madrugada deste domingo (18) cerca de 1,5 milhão de carteiras de cigarro, em um depósito da cidade de Francisco Alves, no noroeste do Paraná. Um homem e um adolescente foram presos no local.

De acordo com as investigações da PRF, o produto vinha contrabandeado do Paraguai. A corporação informou que esta é uma das maiores apreensões de cigarro já realizadas no estado.

O flagrante ocorreu por volta das 2h40, quando as equipes encontraram carreta próxima a acampamento nas proximidades das margens do rio Piriqui. No local, um homem de 21 anos e um jovem de 15 afirmaram que foram contratados para descarregar embarcações e carregar os veículos com o produto, além de vigiar o carregamento. Segundo informações da PRF, o valor estimado da carga é de R$ 7, 5 milhões.

A polícia se deparou com uma estrutura semelhante à de um alojamento, com espaço para guardar roupas e mantimentos. Na hora do flagrante, 500 mil carteiras de cigarro estavam no semirreboque de um caminhão frigorífico, o restante estava no acampamento.

Essa foi mais uma ação da Operação Hórus, coordenada pela Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública, realizada por vários órgãos da segurança que tem como objetivo central impedir o contrabando de produtos ilegais pelas fronteiras.

Os dois presos responderão por contrabando, que têm pena de dois a cinco anos de prisão. O adolescente foi enviado para a Delegacia municipal, enquanto o rapaz de 21 anos foi para a Delegacia da Polícia Federal na cidade de Guaíra.

Reportagem, Raphael Costa